QUEM SOMOS

O ISER – Instituto de Estudos da Religião – é uma organização brasileira da sociedade civil de caráter laico, cujo objetivo é promover estudos, pesquisas e intervenção social nos eixos temáticos de defesa e garantia de direitos, segurança pública, meio ambiente e diversidade religiosa. 

ISER - Sobre

HISTÓRICO DE ATUAÇÃO

Fundado no contexto adverso da ditadura civil-militar brasileira, em 1970 na cidade de Campinas (SP), o ISER se transferiu para o Rio de Janeiro em 1979. Durante a redemocratização do país, o Instituto contribuiu com a reorganização de movimentos sociais bem como com o surgimento e fortalecimento de organizações da sociedade civil, criando pontes entre diferentes áreas de conhecimento, do compartilhamento de recursos e da promoção de alianças estratégicas em prol de justiça e direitos.

Por meio de suas publicações e produções em vídeo, o ISER tem contribuído também na incidência das suas áreas de atuação no debate público e no desenvolvimento de políticas públicas. É o caso da série Cadernos do ISER, periódico que promoveu debates de abordagens teóricas na interface entre temas religiosos e ciências sociais.

Na mesma linha, foi criada e se mantém a revista Comunicações do ISER, que desde 1981 divulga pesquisas e projetos realizados por estudiosos da instituição e outros pesquisadores associados. Destaque para a revista científica Religião e Sociedade, lançada em 1977, que se tornou referência teórica importante para pesquisadores e estudiosos das ciências sociais e da religião no Brasil e América Latina.

O ISER viveu períodos de especialização na produção de filmes documentários, vídeos educacionais e programas de TV comunitários realizados pela então TV ZERO, que se tornaria uma organização autônoma. Atualmente, além de livros, relatórios e outros documentos já produzidos, Comunicações do ISER e Religião e Sociedade são publicações regulares da instituição.

PARTICIPAÇÃO EM EVENTOS INTERNACIONAIS

O ISER teve grande atuação no contexto da ECO92, especialmente na organização da Grande Vigília pela Paz Mundial, que reuniu lideranças de diversos credos e ideologias, defendendo a relevância de um amplo debate sobre a questão ambiental. O Instituto contribuiu para a definição da AGENDA 21 como modelo de política pública internacional em preservação ambiental. Mais recentemente, o ISER participou de diálogos na conferência oficial da Rio+20, assim como promoveu debates e reflexões na Cúpula dos Povos, atividade paralela da sociedade civil no evento da ONU, no Rio de Janeiro.

ISER - Sobre

A ATUAÇÃO DO ISER HOJE

O ISER atua em duas frentes que lhe são fundamentais desde sua fundação: religião e justiça social. Neste sentido, o Instituto se estrutura em duas grandes áreas estratégicas:

RELIGIÃO E ESPAÇO PÚBLICO e SISTEMA DE JUSTIÇA E DIREITOS.

ALGUNS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS ORIENTAM TODA A ORGANIZAÇÃO:

  • Os titulares de direitos são vetores fundamentais de mudanças na sociedade e, portanto, devem ser parte integrante do trabalho da sociedade civil;
  • Políticas públicas efetivas são projetadas com base em evidências e aprendizados das melhores e piores práticas, aprimorando ações a partir de acertos mas também de erros;
  • A pesquisa aprofundada é chave para o desenvolvimento de intervenções estratégicas e para a promoção de um debate público em bases sólidas e fundamentadas;
  • O diálogo entre diferentes partes interessadas (ONGs, pesquisadores acadêmicos, titulares de direitos, lideranças sociais – religiosas e não religiosas – funcionários e autoridades públicas) é essencial para avançar nas políticas públicas que fortalecem a democracia e os direitos humanos;
  • A participação social / ativismo deve estar no centro da construção e implementação de políticas públicas e só uma sociedade civil fortalecida, independente e melhor
    capacitada terá níveis cada vez mais crescentes de atuação efetiva.

Para que transformações sociais estruturais, significativas e sustentáveis aconteçam entendemos ser necessárias ações em quatro âmbitos:

  1. Mudanças nas leis e políticas;
  2. Mudanças nas práticas de governo e de atores não-governamentais;
  3. Mudanças na mobilização entre pessoas que reivindicam seus direitos;
  4. Mudança nas condições de vida concretas das pessoas.

Os eixos temáticos Religião e espaço público e Sistema de justiça e direitos são compostos por:

  • Produção e disseminação de pesquisas e informações;
  • Capacitação e atividades de fortalecimento da sociedade civil (atuação em rede);
  • Ações para influenciar políticas públicas;
  • Atividades para promover um debate público qualificado.
ISER - Diagrama Eixos Temáticos