Morro do fogueteiro inaugura núcleo verde

Renata Machado

Na manhã do dia 26 de fevereiro foi inaugurado o primeiro núcleo verde do Projeto Comunidades Verdes, na comunidade do Fogueteiro, em Santa Teresa. O projeto é resultado da parceria do Iser, da Secretaria de Ambiente do Rio (SEA) e da Superintendência de Território e Cidadania (STC). Participaram da solenidade o secretário executivo do Iser, Pedro Strozenberg, o Secretário de Ambiente, Carlos Minc e a Superintendente de Território e Cidadania, Ingrid Gerolimich. O evento também contou com a presença dos monitores e gestores das outras comunidades participantes do projeto – Batan, Formiga, e do Complexo do Alemão – , além do Sargento Pimentel, representando a Unidade de Policia Pacificadora que atende a região.

núcleo verde1

A iniciativa investe na capacitação de jardineiros comunitários, que terão a missão de multiplicar e dinamizar os núcleos verdes. Cada um desses núcleos contará com toda a infraestrutura necessária para o desenvolvimento das atividades previstas. Entre elas, merece destaque a recuperação de áreas degradadas, promoção de uma consciência ambiental sustentável e a geração de emprego e renda. “Vamos formar jardineiros comunitários que vão atuar na elaboração de projeto paisagístico para cada uma das comunidades atendidas. Ao mesmo tempo em que contribui para a geração de renda, o Comunidades Verdes inclui socialmente os moradores desses locais”, destaca a superintendente de Território e Cidadania, Ingrid Gerolimich.

núcleo verde2

A primeira turma do curso de jardinagem e reflorestamento iniciou os estudos em outubro de 2012. Durante quatro meses, os participantes receberam formação especializada em atividades de cultivo e planejamento paisagístico. Para frequentar as aulas, cada aluno foi beneficiado com uma bolsa-auxílio de R$ 120 por mês. Nessa etapa nova, serão selecionados 10 jardineiros em cada uma das turmas capacitadas que deverão realizar as atividades de recuperação de áreas degradas e reflorestamento: “Nós ganhamos 540 mudas de espécies da Mata Atlântica do Inea – Instituo Estadual do Ambiente – que serão utilizadas para fazer o reflorestamento e o paisagismo em áreas degradadas do Fogueteiro”, comenta Cíntia Luna, gestora do núcleo verde Fogueteiro e presidente da associação de moradores.

núcleo verde3

Durante a inauguração, o secretário executivo do Iser, Pedro Strozenberg, exaltou a participação das comunidades como um dos pontos fundamentais para o sucesso do projeto: “As pessoas têm desejos e habilidades em lidar com a questão ambiental. O que a gente precisa é fazer é o somatório disto, das iniciativas e das políticas públicas”.
Finalizando o evento, o secretário de Ambiente, Carlos Minc, que realizava sua primeira visita ao local, ressaltou a importância em agregar cidadania e poder público na luta pela preservação do meio ambiente: “A ecologia tem que incorporar o nosso povão. As pessoas que moram nas comunidades são as mais afetadas”.

Confira também o vídeo sobre o evento.

Publicado em: 04/03/2013 - #Notas