Plataforma Religião e Poder passa por reformulação, divulgando dados abertos e conteúdos inéditos sobre a incidência de agentes políticos com identidade religiosa na política institucional

A Plataforma Religião e Poder ganha cara nova a partir de 24 de agosto. Desde o ano passado, o espaço oferece análises, reportagens, dados abertos e conteúdos relacionados à atuação de agentes políticos com identidade religiosa nos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário

Dados abertos, pesquisas, artigos e reportagens sobre agentes políticos com identidade religiosa na política institucional, análises e gráficos interativos sobre a composição do campo religioso brasileiro e, ainda, um glossário sobre religião e espaço público: todo esse conteúdo será encontrado na Plataforma Religião e Poder (religiaoepoder.org.br), do Instituto de Estudos da Religião (ISER) em parceria com a organização de mídia Gênero e Número, relançada nesta terça-feira, 24 de agosto.

Publicado em outubro de 2020, o espaço digital passou por reformulações significativas nos últimos meses. Antes dedicado a analisar a composição das frentes com identidade religiosa do Congresso Nacional e monitorar suas pautas, a plataforma ampliou sua abrangência e passou a monitorar a participação de agentes religiosos na política institucional e em processos eleitorais.

Serão analisados, por exemplo, o posicionamento de parlamentares com identidade religiosa em votações importantes – como o projeto de lei que altera as regras da demarcação de terras indígenas, a questão do voto impresso e o “Distritão” – e a presença massiva de cristãos no alto escalão do governo federal.

Além de conteúdos inéditos produzidos pela equipe de especialistas do ISER sobre temáticas que envolvam religião e poder, conteúdos relacionados à pesquisas mais longas produzidas pela organização também serão divulgadas na plataforma. Os resultados do monitoramento de candidaturas com identidade religiosa realizada pelo ISER nas eleições 2020 em oito capitais brasileiras, por exemplo, com dados, reportagens e relatórios, estarão disponíveis na Religião e Poder a partir de novembro.

Uma novidade é a seção Glossário, desenvolvida para explicar em linguagem acessível termos essenciais ao debate sobre religião e espaço público que são pouco compreendidos por grande parte da população brasileira. Os termos “Laicidade” e “Estado Laico” inauguram o espaço, que terá um novo termo publicado a cada mês.

Há, ainda, um trabalho de pesquisa que recupera os dados relativos à religião divulgados no último Censo Demográfico (2010) e os compara com as informações do Datafolha (2020). A pesquisa oferece uma fotografia atualizada dos dados sobre as religiões no Brasil, com gráficos interativos e análises, e aglutina em um só espaço as respostas para perguntas fundamentais para compreensão da sociedade brasileira: quais religiões mais cresceram na última década? Como os adeptos de cada religião se dividem em relação a gênero, idade, escolaridade e faixa etária? Como se configuram pela renda? Onde se concentram no país?

Religião e Poder será alimentada semanalmente com conteúdos sobre os diferentes aspectos da relação entre religião e poder, tema importante para qualificar a compreensão sobre o tema no Brasil. As bases de dados produzidos serão disponibilizadas para download sempre que forem produzidas pelo ISER. Com isso, a plataforma pretende se tornar uma fonte sólida e reconhecida de dados e análises para fomento de conteúdo jornalístico, estudos e pesquisas que contribuam para fortalecer o processo democrático no Brasil.

Leia também:

Celebrando 51 anos, ISER promove série de lives a partir do dia 19/08

Conselheiros do ISER analisam os desafios para a organização

Publicado em: 24/08/2021 - #ISER realiza