Se tem gente com fome, dá de comer: divulgue a campanha, faça uma doação!

Um ano após a primeira quarentena provocada pela pandemia do novo coronavírus, alcançamos a marca de mais de 300 mil vidas perdidas. Mães, pais, irmãos, irmãs, tios e tias, avós, filhos, amigos, parentes que se foram. Além das mortes, a pandemia trouxe fome, miséria e violência.

Para fazer a contingência da pior crise humanitária dos últimos tempos no Brasil, a Coalizão Negra Por Direitos, em parceria com a Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Ação Brasileira de Combate às Desigualdades, 342 Artes, Nossas – Rede de Ativismo, Instituto Ethos, Orgânico Solidário e Grupo Prerrô, mobilizam suas forças para lançar a campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia de Covid-19. Nós, do ISER, saudamos a iniciativa e queremos ampliar ao máximo os ecos da campanha.

É preciso agir rápido e, por isso, precisamos da sua ajuda. Como disse Solano Trindade no poema que inspira o nome dessa campanha, “Tantas caras tristes querendo chegar em algum destino, em algum lugar. Se tem gente com fome, dá de comer”. A fome não pode esperar. Preencha o formulário e contribua com valores a partir de R$ 10.
Faça a sua doação!

PARA DOAR QUALQUER OUTRO VALOR:
Depósito em conta:
Associação Franciscana DDFP
CNPJ: 11.140.583/0001-72
Banco do Brasil
Agência: 1202-5
Conta Corrente: 73.963-4

Chave PIX:
11.140.583/0001-72

PayPal:
Clique aqui

Para entrar em contato com a campanha escreva para contato@temgentecomfome.com.br

 

Mapa explicando como funciona a campanhaDos organizadores da campanha:

Não nos resta outra alternativa. Buscar formas de manter as ações de nossas organizações nos territórios afetados pela pandemia, garantir a saúde e a vida de lideranças territoriais e membros do movimento negro, aumentar a capacidade de organização e acompanhamento de famílias atendidas e, sobretudo, buscar condições estruturais e financeiras para atender milhares de famílias em extrema pobreza que vivem nos territórios de nossa atuação é o único caminho.

Por isso, organizamos um mapeamento dos territórios e das famílias atendidas pelas ações de apoio humanitário promovidas pelas organizações que compõem esta Coalizão e parceiras. O resultado prévio deste trabalho identificou 222.895 famílias a serem apoiadas e mobilizadas em periferias, favelas, palafitas, comunidades ribeirinhas e quilombos, em todo o território nacional.

Veja o mapeamento detalhado clicando aqui.

Publicado em: 25/03/2021 - #ISER apoia #ISER divulga