Comunicado – Eleição das organizações da sociedade civil para o conselho Estadual dos Direitos Humanos 2014/2015

Na ultima semana de novembro foram eleitos os novos representantes da sociedade civil no conselho estadual de Direitos Humanos. O Iser foi reeleito para nova gestão nos anos de 2014/2015.

Com um total de 32 instituições eleitoras, foram eleitas as 18 organizações distribuídas em segmentos segundo o perfil institucional das organizações eletivas.  Este procedimento visava potencializar uma composição  plural de temas e de perfil institucional no preenchimento de vagas do CEDDH.  A distribuição das cadeiras final ficou assim configurada: 09 entidades de Direitos Humanos com CNPJ; 03 entidades de Defesa de Minorias; 04 entidades sem CNPJ, 01 acadêmica ou cientifica e 01 entidade de classe ou sindicato.
Significativamente renovada, a próxima gestão do Conselho Estadual de Direitos Humanos contará com 8 novos membros, enquanto  0 entidades foram reconduzidas.  Houve uma redução da participação de entidades acadêmicas e profissionais, por outro lado, ampliaram-se as redes e movimentos e Organizações não governamentais. Assim, sua composição segue plural, mas com uma maior ênfase nos movimentos populares.

Merece destaque, ainda, a ampliação de organizações com sede na região metropolitana do Estado, que passam a ocupar 35% das cadeiras da sociedade civil.

Os desafios para a próxima gestão são muitos. Em particular, cuidar da finalização e condução do Programa Estadual dos Direitos Humanos (PEDH) e acompanhar a transição da gestão governamental 2015. Além, naturalmente, do processo contínuo de monitoramento e promoção da política dos Direitos Humanos no Estado do RJ.

Para nós do Iser esta participação reafirma o compromisso com o tema dos DH, bem como a diretriz de fortalecer instâncias institucionais que mobilizem organizações da sociedade civil e agências do poder público.
A posse do Conselho Estadual de Direitos Humanos será em dezembro deste ano.

Segue abaixo a lista das organizações eleitas:

Associação Cultural Onda Verde
Associação Homens do Mar da Baía de Guanabara – AHOMAR
Associação Por Um Brasil Responsável
Centro Espírita Casa do Perdão
Conselho Regional de Psicologia do Rio de Janeiro – CRP
Federação das Associações de Favelas do Estado do Rio de Janeiro
Instituto Amarelo
Instituto de Defensores de Direitos Humanos – IDDH
Instituto de Estudos da Religião – ISER
Instituto MovRio
Laboratório de Análise da Violência – LAV
Movimento de Mulheres em São Gonçalo
Movimento Mães da Cinelândia
Movimento Nacional de Direitos Humanos
Movimento Popular de Favelas
Organização de Direitos Humanos Projeto Legal
Viva Rio

Publicado em: 03/12/2013 - #Destaques #Notas