Nota de falecimento do antropólogo Frei Tito

Tito faleceu em 28 de março deste ano, em Recife. Ele foi múltiplo, dinâmico, incansável, agregador, cativante. A antropologia (da religião), o ISER, a Congregação dos Frades Carmelitas, a Igreja Católica, seus pares de outras religiões com quem dialogava, seus paroquianos, as comunidades quilombolas e sobretudo seus amigos e amigas vão sentir muita falta dele.