Mídia e religião em debate no FST 2012

Na manhã do dia 26 de janeiro, em Porto Alegre, durante o Fórum Social Temático, o Iser organizou, em conjunto com o Conselho de Diversidade Religiosa (CDR) o seminário MÍDIA E RELIGIÃO: Um debate sobre religião, Política e Democratização da Comunicação no Brasil.

Além dos membros do CDR que estiveram presente na atividade, foram convidados acadêmicos de Porto Alegre para apresentações a respeito do tema proposto, para este seminários foram chamadas: Nívia Nuñez – doutora em teologia e especialista em comunicação e religião; Thamiris Magalhães de Souza – mestranda do grupo de pesquisa Mídia e religião (UNISINOS) e Emerson Giumbelli – Professor Antropologia especialista em religião (UFRGS). Para complementar a mesa foi convidada a Secretaria de Promoção dos Direitos Humanos (SDH/PR) Nadine Borges e o secretario executivo do Iser – Pedro Strozenberg.

A proposta do encontro teve como eixo central responder 3 perguntas centrais: Como se percebe e avalia a presença das religiões na mídia? Qual o papel das religiões na construção da democracia? Qual o papel do estado na relação mídia e religião? Utilizando estudos de casos como o caso da canção nova, a festa do círio de Nazaré e o acordo brasileiro com o vaticano, os debates percorreram diferentes perspectivas entre a teoria e os casos práticos. Marcadamente acadêmico o encontro destacou fortemente reflexões de cunho político, legal e de princípios dos Direitos Humanos.

O encontro teve a participação de aproximadamente 60 pessoas entre religiosos, estudantes, militantes dos direitos humanos, acadêmicos e gestores públicos. Esta atividade foi proposta pela pesquisadora do Iser e membra do DDR, Chris Vital, e foi a primeira atividade pública do Conselho de Diversidade Religiosa, que foi criado em novembro de 2011 e é vinculado a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.